"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

terça-feira, 4 de abril de 2017

Humanidade e eternidade

Dom Genival Saraiva
Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba


Na sua liturgia, a Igreja vive o período quaresmal que, na verdade, pertence ao Ciclo da Páscoa, uma vez que nela tudo converge para a celebração da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. A humanidade se vê em Jesus porque Ele a assumiu, efetivamente, excetuada a sua condição pecadora. Em razão do amor misericordioso de Deus, a humanidade é chamada a participar de uma vida que tem vocação de eternidade. A cada ano, a espiritualidade quaresmal coloca a humanidade de Jesus à contemplação dos fieis. Nele, enxergam a dimensão eterna de sua própria existência. Os dois primeiros domingos da Quaresma têm essa linguagem.

No primeiro Domingo, a liturgia sempre apresenta a passagem referente às tentações de Jesus. Este ano, a narração está no Evangelho de Mateus (4, 1-11). É importante que todas as pessoas identifiquem sua semelhança com Jesus, no tocante às tentações. Em qualquer contexto e circunstância, a tentação é sempre uma proposta enganosa. Com o chamariz de uma imaginação fantasiosa, a tentação encobre o lado da maldade, que lhe é subjacente, uma vez que, por natureza, fere princípios morais, atinge direitos e oculta deveres que dizem respeito às pessoas, à família e à sociedade. De fato, quando se cede à tentação, o mal causado atinge a própria dignidade e a dignidade alheia. Toda pessoa tem a noção exata do que seja a tentação, qualquer que seja o seu tipo, como, por exemplo, corrupção, droga, infidelidade. O fenômeno da corrupção de políticos e empresários é assunto do dia a dia; este livro vem sendo escrito no Brasil, há muito tempo, com capítulos atualizados que, aos poucos, chegam ao conhecimento da população. A iniciação ao uso das drogas, em muitos casos, deu-se a partir de uma proposta não descartada com firmeza; curiosidade nesse campo é um passo na direção do envolvimento, da dependência. No terreno da infidelidade entre namorados, noivos e esposos, a não superação da tentação deixa feridas profundas, não cicatrizadas, em muitos casos. Felizmente, há referências importantes na vida das pessoas que, com força de vontade, decidem enfrentar suas tentações: o bem comum, a sua dignidade, a sua família.
No segundo Domingo da Quaresma, também conforme a narração do Evangelista Mateus, (17, 1-9), a transfiguração no Monte Tabor representa a visão da glória eterna, quando Jesus, na companhia de Pedro, Tiago e João, falava com Moisés e Elias. Essa experiência foi marcante na vida dos Apóstolos, como antecipação da “vida do mundo que há de vir”, como reza o “Símbolo Niceno-Constantinopolitano”. É necessário perceber que, como aconteceu com Jesus, a superação das tentações humanas está relacionada com a experiência do encontro com Deus. A espiritualidade do Tabor, vivenciada intensamente pelos três Apóstolos, será uma força de sustentação para os fiéis, diante de suas próprias tentações. Jesus associa a superação da tentação à prática da oração, como ensina no Pai Nosso: “e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal”. De fato, como a tentação é inerente à condição humana, Jesus não pediu ao Pai que seus discípulos não fossem tentados. Pediu, sim, que não se deixem enganar pela miragem da tentação.
A espiritualidade da Quaresma dá aos cristãos a consciência de que sua humanidade não pode desnortear seu olhar da eternidade.


http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=20561:humanidade-e-eternidade&catid=334&Itemid=204

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.