"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

terça-feira, 2 de maio de 2017

Especialista explica os conceitos “querigma” e “mistagogia” que integram o tema central

 18 horas atrás 0  55ª AG


Quando se fala em iniciação cristã, aparecem alguns termos não muito familiares a muitas pessoas. Os documentos de Aparecida, o Ritual de Iniciação Cristã de Adultos (Rica), as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil estão entre os documentos que utilizam os termos querigma e mistagogia, tão próprios do tema central da Assembleia Geral da CNBB.

O doutor em Teologia Pastoral Catequética e professor do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), padre Luiz Alves de Lima, explica e contextualiza o significado destas palavras.
O texto que será votado pelos bispos nesta semana, a partir de hoje, 1º de maio, durante a 55ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que acontece até o dia 5 de maio, em Aparecida (SP), apresenta a Igreja como uma comunidade querigmática e missionária, mistagógica e materna.
“A palavra querigma é uma extensão de missionário. É um aspecto essencial daquilo que a gente chama uma Igreja missionária, uma Igreja que sai, anuncia Jesus Cristo, fala, como diz o papa Francisco”, aponta padre Lima. Neste novo contexto proposto de uma Igreja em saída, pobre, como a samaritana que está “procurando a água viva que é Jesus”, o querigma é “o anuncio principal do Evangelho, aquilo que é o centro de tudo, aquilo que causa alegria, entusiasmo, as pessoas devem se encantar por Jesus”.
A mistagogia, por sua vez, tem relação e origem na palavra mistério. “Justamente este clima que se cria diante do insondável, daquilo que é maravilhoso, estupendo, que é o mistério de Deus”, explica padre Luiz Alves Lima, que foi um dos assessores da Comissão que preparou o texto do tema central. Mais no campo teológico, este termo remete à reflexão sobre a “metodologia para ter acesso ao mistério de Deus”, a qual compreende o símbolo e o rito.
“O símbolo remete a uma realidade, porque das realidades invisíveis a gente não tem como falar, tem que recorrer ao símbolo, a única realidade que não parece ser, mas é, é a eucaristia, que se transforma no corpo de Cristo, isso é o máximo do mistério de Deus e é rodeado de mistério. Outra palavra para traduzir mistagogia é celebração: celebração, oração, contemplação, leitura orante, são todos elementos que formam aquilo que na Igreja chama-se mistagogia”, enumera.
Uma comparação pode ser feita com a palavra “pedagogia”, que a partir de sua origem etimológica pode ser lida como a condução da criança para o desenvolvimento. Neste sentido, a mistagogia é a ‘pedagogia do mistério’, a condução ao mistério de Deus.

Documentos

O Documento de Aparecida fala do querigma como a maneira prática de colocar alguém em contato com Jesus Cristo e introduzi-lo no discipulado. Já as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE), falam da centralidade do querigma ou primeiro anúncio na missão da Igreja e também da relação estreita entre a catequese e a liturgia, em um contexto em que “sobressai a formação litúrgica, em todos os níveis da vida eclesial, num processo mistagógico, integrando na ação ritual o sentido teológico e litúrgico nela expresso”.
O Diretório Nacional de Catequese fala do processo contido no Ritual de Iniciação Cristã de Adultos (Rica), também apresentado no Itinerário Catequético, publicado em 2014.
Foto: Maurício Sant’ana

http://cnbb.net.br/especialista-explica-os-querigma-e-mistagogia-integram-o-tema-central/

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.