"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Evangelho do dia – Pão da vida! = Lucas 14,25-33

Quarta-feira, 8 de novembro de 2017
Lucas 14,25-33
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 25 grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse:
26 “Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo. 27 Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo.
28 Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário, 29 ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo: 30 ‘Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!’31 Ou ainda: Qual rei que, ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil? 32 Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz. 33 Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!” - Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.

Reflexão
Seguir a Jesus é correr riscos. Não é à toa que Ele mesmo fala em carregar a cruz: 27 Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo. Toda radicalidade tem seus riscos. Para muitas pessoas o preço do seguimento radical foi e continua sendo a própria morte. Não tiveram medo de sofrer o martírio para defender a integridade da fé. Para outros tantos, o preço do seguimento foi o medo e a retração. Conhecemos tantas pessoas que dizem seguir a Cristo, mas na hora dos problemas e dificuldades da vida se desencantam e abandonam os remos e, o barco, fica à deriva. Não conseguem levar a sério a oração do Pai Nosso, quando diz: “Seja feita a vossa vontade...”. Para muitas pessoas Deus é que tem de fazer a vontade delas e, não elas, a de Deus. Seguimento radical tem tudo a ver com coerência. Aqui entra a capacidade de renúncia. Efetivamente falando, as coisas materiais têm o poder de roubar o nosso coração. Quando as coisas chegam a tomar posse dos nossos corações, não sobra mais espaço nem para Deus e, muito menos, para as pessoas com quem convivemos. Disso brota o individualismo, a soberba, o orgulho, a ganância e todos os demais vícios. Não se trata de dar fim no que possuímos, mas de usar o que temos para servir ao Senhor da vida. Tudo o que temos não nos pertence. Pertence a Ele.

Oração
Senhor Jesus, motivo maior de toda minha capacidade de renúncia, desapego, fidelidade e seguimento, ensina-me a ser afetiva e efetivamente livre para seguir-Te com toda a intensidade de meu coração. Educa-me para a perseverança, para o desapego e para a fidelidade. Que nada neste mundo roube o Teu lugar sagrado em minha vida. Tu, Senhor Jesus, és o motivo maior do meu seguimento. Somente por Ti serei capaz de renunciar a tudo, para ser verdadeiramente livre e abraçar conscientemente a cruz redentora. A radicalidade do meu seguimento seja luz e sal para tantas pessoas. Ilumina-me com a Luz do Teu Santo Espírito que me dá o dom do discernimento e me encoraja para o seguimento sempre novo e original. Que o seguimento radical a Ti, Jesus, me livre da mediocridade e me faça grande para amar-Te sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo(a). Amém.

Bênção
- Deus te abençoe e te guarde. Amém.
- Ele te mostre a sua face e se compadeça de ti. Amém.
- Volte para ti o seu olhar e te dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-te Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
------------------------------
-----------------------
Desejo-te um dia de muita fidelidade no seguimento de Jesus.
Aceita meu forte abraço e minhas preces.
Padre Renato dos Santos - Salesiano de Dom Bosco.

Padre Renato dos Santos - SDB
Comunità Salesiana
Via della Tipografia, 1
00120 - Città del Vaticano
-------------------------------------
Telefone Fixo: 00 (xx) 39 06.6989.9248
-------------------------------------
Lema Sacerdotal: "Ai de mim se não evangelizar". 1Cor. 9,16

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.