"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Ano do Laicato se espalha como ideia força para fortalecer o papel de leigos e leigas

Ano do Laicato se espalha como ideia força para fortalecer o papel de leigos e leigas
O Ano Nacional do Laicato, lançado na Festa do Cristo Rei, no último dia 26 de novembro, já é uma realidade em toda a Igreja do Igreja no Brasil. Desde pequenas comunidades, na zona rural, aos regionais da CNBB, a Igreja no Brasil organizou celebrações de abertura e acolheu a iniciativa que visa fortalecer o protagonismo dos leigos e leigas na Igreja e na sociedade. Na entrevista abaixo, o secretário executivo do Ano do Laicato, Daniel Seidel, faz um relato dos fatos que marcaram a abertura do ano, bem como apresenta quais os próximos passos, desafios e iniciativas programadas.

Estandarte na paróquia Sao Miguel em Guanhães (MG)
1 – Como está sendo a recepção do Ano do Laicato nas Igrejas particulares? O que vocês estão ouvindo falar que chama a atenção e querem destacar?
Em todo o Brasil ocorreram as celebrações de Abertura do Ano Nacional do Laicato. Alguns dos Regionais, como o Norte 1 (AM e RR) e Nordeste 2 (AL, PB, PE e RN) fizeram celebração em nível do Regional da CNBB no sábado, possibilitando a participação no domingo, dia 26-11, nas dioceses e paróquias. Algumas dioceses e arquidioceses incorporaram as sugestões em seus folhetos litúrgicos, incluindo a Oração para o Ano do Laicato nas celebrações. Em dioceses do Regional Leste 2 (MG e ES) na celebração de abertura, as paróquias receberam os Estandartes da Sagrada Família, que vai percorrer cada uma das comunidades levando a mensagem do Ano Nacional do Laicato. O programa apresentado pelas TVs Católicas teve boa acolhida e despertou curiosidade em saber como participar efetivamente do Ano Nacional do Laicato.  Revistas católicas de grande circulação publicaram artigos (Ave Maria) ou entrevistas (Família Cristã), além de portais católicos. Na Arquidiocedese de Brasília, a Comissão Justiça e Paz, realizou Conversa Justiça e Paz, com a participação do cardeal Dom Sérgio e testemunho de vida da deputada Luiza Erundina sobre o Ano Nacional do Laicato que emocionou e mobilizou para o necessário compromisso dos Cristãos Leigos e Leigas no resgate da Democracia no Brasil neste momento em que os direitos sociais estão sendo atacados com a Reforma Trabalhista e da Previdência Social, por exemplo.
2 – Passado o momento inicial, do lançamento, agora quais são os próximos passos?
Estamos empenhados para publicação pelas Edições da CNBB de novos subsídios visando orientar o trabalho para mobilizar a sociedade brasileira para realização da Auditoria da Dívida Pública, bem como do Círculo Bíblico para Semana Missionária “Igreja em saída” que vai tratar dos areópagos modernos onde os Cristãos Leigos e Leigas são chamados a evangelizar, principalmente com seu testemunho e presença. Também sairá os “Indicativos para Formação do Laicato”, visando orientar a elaboração nas dioceses do Brasil do Plano Diocesano de Formação do Laicato, previsto no Documento 105 da CNBB e uma das metas principais do Ano Nacional do Laicato. A meta é que esses três subsídios estejam prontos para lançamento durante o 14° Intereclesial de CEBs previsto para ocorrer de 23 a 27 de janeiro de 2018. Começam a se multiplicar nas dioceses pedidos de assessoria para Encontros de Formação para aprofundar a missão, identidade, vocação e espiritualidade dos Cristãos Leigos e Leigas.
Abertura do ano na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Itaquirai, diocese de Navirai (MS)
3 – Quais as novidades enquanto coordenação deste processo na Igreja do Brasil?
A novidade é a aprovação no último Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da CNBB, realizado em novembro, da realização do Seminário Nacional sobre a Metodologia da Semana Missionária Igreja em Saída, de 16 a 18 de fevereiro de 2018, na sede provisória da CNBB em Brasília. Seu objetivo é capacitar dois multiplicadores por Regional da CNBB na metodologia que será utilizada: a indicação é que seja uma pessoa do COMIRE (Comissão Missionária Regional) e outra pelo CNLB do Regional. Pedimos que os representantes dos regionais se mobilizem logo, combinando com os presidentes e secretários executivos dos regionais da CNBB, enviando sua inscrição para o email: anololaicato@cnbb.org.br. Contaremos com a assessoria de Padre Luís Mosconi, que conta com larga experiência das Santas Missões Populares.
Acompanhe as novidades na página do Ano Nacional do Laicato, no link: goo.gl/FRbWZj

http://cnbb.net.br/ano-do-laicato-se-espalha-como-ideia-forca-para-fortalecer-o-papel-de-leigos-e-leigas/

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.