"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 1 de março de 2018

Somos filhos da Luz



Objetivo
Ajudar o catequizando a perceber e fazer a experiência com Jesus Cristo que nos liberta de todas as cegueiras.

Pode se fazer uma dinâmica referente a cegueira


Convide os catequizandos para oração
Senhor sabemos que a quaresma constitui este tempo feliz em que podemos, de modo especial, passar através da zona de luz. Luz potente, luz intensa, que provém do Cenáculo, do Getsêmani, do Calvário, do Domingo da Ressurreição. Na luz pascal, na luz da Ressurreição, abre-se mais claramente o caminho para vencer o pecado e chegar à expiação, ao arrependimento, a remissão. Amém.

Em tempo de mudança de época

Vamos iluminar este nosso encontro a partir de uma história de Helen Keller, cega e surda desde bebê, há mais de setenta anos, escreveu um ensaio que a revista Seleções publicou e diz mais ou menos assim:
As vezes meu coração anseia por ver tudo aquilo que só conheço pelo tato. Se eu consigo tanto prazer com um simples toque, quanta beleza poderia ser revelada pela visão! E imaginei o que mais gostaria de ver se pudesse enxergar, digamos, por apenas três dias.
O primeiro dia seria muito ocupado. Eu reuniria todos os meus amigos queridos e olharia seus rostos por muito tempo, imprimindo em minha mente as provas exteriores da beleza que existe dentro deles. Também fixaria os olhos nos rostos de um bebê para poder ter a visão da beleza ansiosa e inocente. E gostaria de olhar nos olhos fiéis e confiantes de meus dois cães.
À tarde daria um longo passeio pela floresta, contagiando meus olhos com as belezas da natureza. E rezaria pela glória de um pôr do sol colorido. Creio que nessa noite não conseguiria dormir.
No dia seguinte eu me levantaria ao amanhecer para assistir ao empolgante milagre da noite se transformando em dia. Contemplaria, assombrada, o magnífico panorama de luz com que o sol desperta a terra adormecida. Como gostaria de ver o desfile do progresso do homem, visitaria os museus. Tentaria sondar a alma do homem por meio de sua arte. Veria então o que conheci pelo tato. Todo o magnífico mundo da pintura me seria apresentado. A noite de meu segundo dia seria passada no teatro ou cinema.
No terceiro dia a cidade seria meu destino, ir aos bairros pobres, às fábricas, aos parques onde as crianças brincam. Viajaria pelo mundo visitando bairros estrangeiros. E meus olhos estariam sempre abertos tanto para as cenas de felicidade quanto para as de tristeza, de modo que eu pudesse descobrir como pessoas vivem e trabalham, e compreendê-las melhor.
A noite uma escuridão permanente outra vez se cerraria sobre mim. Claro, nesses três curtos dias eu não teria visto tudo o que queria ver. Só quando as trevas descessem de novo é que me daria conta do quanto eu deixaria de apreciar.

Para você
  1. Qual o valor que você atribui àquilo que você pode ver?
  2. O que mais chamou sua atenção no desejo de Helen Keller?

Iluminado com a Bíblia
Vamos abrir nossa Bíblia em João 9,1-12.26-38.

Refletindo Juntos
Nesse Evangelho meditaremos a partir de uma cegueira, e que ultrapassa o limite da cegueira física. São várias as cegueiras que nos limitam, como a cegueira do coração, egoismo, autossuficiência, falta de caridade, ódio, violência, inveja; maldade de coração, língua, ouvidos. Jesus, aquele que veio para curar todas estas situações que muitas vezes teimamos por não querer a cura, negando a Jesus Cristo e ao seu projeto. Nesse contexto da cegueira para a luz há um processo de passagem e Igreja, em sua forma pedagógica de evangelização, nos remete a viver esse rito no período da Quaresma, sendo esse o período que antecede e prepara para páscoa.

Partilha
  1. Olhando para sua vida: qual o tipo de cegueira que te aprisiona?
  2. Em nossa vida cotidiana, quais os desafios para se libertar dessas cegueiras que muitas vezes nos limitam?
  3. Em nossa realidade, o que você entende como caridade?

Nossa nova atitude
Somos convidados a vivenciar essa luz de Jesus Cristo, e que essa luz possa refletir na vida do outro. Não é preciso ir muito longe para termos ciência que há muitas pessoas inseridas nessa cegueira social.
O que podemos fazer? Que ação?
Como você pode reverter essa situação?

Para meditar durante a semana
Evangelho segundo São João 11,17-27.43-45 (para próximo encontro)

Convide-os para oração
Senhor, no batismo fomos libertados das trevas do mal e recebemos a Tua luz para viver como filhos da luz. O Milagre da cura do cego é sinal da tua presença que, juntamente com a vista, quer abrir o nosso olhar interior, para que a nossa fé se trone cada vez mais profunda e possamos reconhecer em Ti o nosso único salvador. Senhor, ilumina todas as obscuridades da minha vida e me leva a viver como filho da luz.

Benção final
  • Ele nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Ele nos mostre sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
  • Abençoe-nos o Deus misericordioso em nome do Pai e do filho e do Espírito Santo. Amém.


"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.