"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

terça-feira, 2 de agosto de 2016

JMJ 2016 termina com missa presidida pelo papa Francisco

Próxima JMJ acontecerá no Panamá

O papa Francisco presidiu no domingo, 31, a missa de encerramento da 31º Jornada Mundial da Juventude (JMJ), realizada na Cracóvia, na Polônia, desde o último dia 25. Cerca de 1,5 milhão de pessoas do mundo inteiro participaram da celebração. 
Em sua homilia, Francisco recordou o Evangelho que fala do encontro entre Jesus e Zaqueu, em Jericó.  “Jesus não se limita a pregar ou a saudar alguém, mas atravessa a cidade. Em outras palavras, Jesus quer se aproximar da vida de cada um, percorrer o nosso caminho até o fim, para que a sua vida e a nossa se encontrem concretamente”, disse o papa.

O pontífice, explicou que o encontro com Jesus transformou a vida de Zaqueu, que era o chefe dos Publicanos, isto é, dos cobradores de impostos. “Zaqueu era um rico, colaborador dos odiados romanos; era um explorador do povo, uma pessoa que, pela sua má reputação, nem devia sequer aproximar-se do Mestre. Porém, este encontro com Jesus mudou a sua vida, como poderia acontecer com cada um de nós”, afirmou.
De acordo com o papa, Zaqueu teve que enfrentar alguns obstáculos para encontrar Jesus: a baixa estatura, a vergonha paralisante e a multidão murmurante. “Começando pelo primeiro obstáculo, a sua baixa estatura, Zaqueu não conseguia ver o Mestre, porque era baixinho. Também hoje podemos correr o risco de ficar distante de Jesus, porque não nos sentimos à altura, porque temos uma baixa estima de nós mesmos. Esta é uma grande tentação, que não tem a ver apenas com a autoestima, mas com a fé”, enfatizou o papa.
“Jesus assumiu a nossa humanidade e o seu coração nunca se afastará de nós, o Espírito Santo quer habitar em nós, somos chamados à alegria eterna com Deus. Eis a nossa estatura, a nossa identidade espiritual: não aceitar-nos e viver descontentes e de modo negativo significa não reconhecer a nossa verdadeira identidade. Deus nos ama como somos e nenhum pecado, defeito ou erro lhe fará mudar de ideia”, disse. Francisco afirmou ainda que para Jesus ninguém é inferior e distante, ninguém é insignificante. “Deus conta conosco pelo que somos, não pelo que temos; ele nos aguarda com esperança, acredita em nós e nos ama! 
O segundo desafio de Zaqueu foi enfrentar a vergonha de subir em uma árvore para ver Jesus. “Podemos imaginar o que aconteceu no coração de Zaqueu, antes de subir ao sicômoro: deve ter havido uma grande luta; por um lado, uma curiosidade boa: conhecer Jesus; por outro, o risco de fazer um papelão”, disse. O papa explicou aos jovens, que por Zaqueu ser um personagem público, um líder, um homem de poder, sabia que ao subir à arvore, faria um papelão, mas que apesar disso, ele venceu a vergonha porque a atração por Jesus era mais forte. “Ele estava pronto a tudo, porque Jesus era o único que poderia livrá-lo do pecado e da infelicidade. Quando ele o chamou, desceu imediatamente e colocou-se em jogo”, disse. 
Por fim, depois da baixa estatura e da vergonha paralisante, Francisco explicou o terceiro obstáculo que Zaqueu teve de enfrentar - a multidão murmurante - que o bloqueou e o criticou, dizendo que Jesus não devia entrar na casa dele, porque ele era um pecador. “Em suma, enquanto a multidão criticava e julgava Zaqueu, Jesus levantou seu olhar para ele, um olhar que vai além dos defeitos e pecados. Assim, ele entrevê o bem futuro, não se resigna perante a obstinação, mas busca o caminho da unidade e da comunhão; Jesus não se detém nas aparências das pessoas, mas olha seu coração”. 
“Com este olhar de Jesus, vocês podem criar uma nova humanidade, sem esperar recompensa, mas buscando o bem, felizes de ter um coração puro e lutando, de modo pacífico, pela honestidade e  justiça. Não sejam superficiais, desconfiem das aparências mundanas. Mas, tenham um coração que vê e transmite o bem, sem cessar. Contagiem o mundo com a alegria que receberam gratuitamente de Deus”, enfatizou Francisco.
Na conclusão da homilia, o papa recordou as palavras de Jesus a Zaqueu. “Desça depressa, pois hoje vou ficar na sua casa”. Logo, Francisco, disse que a JMJ começa hoje e continua nas casas dos jovens que participaram. “O Senhor não quer ficar apenas nesta bela cidade ou nas belas recordações, mas agir em suas vidas: no estudo, no trabalho, nas amizades, nos afetos, nos projetos e nos sonhos. Tudo, porém, deve realizar-se na oração, na Palavra de Deus, no Evangelho! Respondamos a Jesus que nos chama por nome. Façamos memória, agradecidos, do que vimos e ouvimos aqui”, exortou o papa.

JMJ 2017

Ao término da celebração eucarística de encerramento da JMJ, o papa Francisco rezou a oração mariana do Angelus no Campus Misericordiae, anunciando oficialmente que a próxima JMJ será no Panamá. “A Providência divina sempre nos precede. Ela já decidiu onde será a próxima etapa desta grande peregrinação iniciada, em 1985, por São João Paulo II! Por isso, é com alegria que lhes anuncio que a próxima JMJ, depois das duas em âmbito diocesano, se realizará no Panamá, em 2019”, disse.

Com informações da Rádio Vaticano

http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=19250:jmj-2016-termina-com-missa-presidida-pelo-papa-francisco&catid=147:internacional&Itemid=185

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.