"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

ORIENTAÇÕES A RESPEITO DE COBERTURA FOTOGRÁFICA EM CELEBRAÇÕES LITÚRGICAS


ORIENTAÇÕES A RESPEITO DE COBERTURA FOTOGRÁFICA EM CELEBRAÇÕES LITÚRGICAS

Queridos irmãos e irmãs, A igreja ou capela, onde decorre a celebração, é um lugar sagrado em que se há de manter sempre um ambiente de respeito e recolhimento. Para facilitar a participação de todos nas Missas, especialmente nas Solenidades, em nossa Igreja diocesana, e acima de tudo, para manter a dignidade e respeito ao Espaço Sagrado, apresentamos as seguintes orientações:


1- As reportagens fotográficas ou filmadas devem ser feitas com dignidade e com MUITA DISCRIÇÃO para não prejudicar em nada a celebração litúrgica. Os fotógrafos INTEGREM-SE, o mais possível, no ritmo e no espírito da celebração e nela participem com respeito e com fé.

2- Somente poderão ser realizadas por pessoas habilitadas, que conheçam as presentes Orientações, se comprometam a observá-las respeitosamente e tenham AUTORIZAÇÃO prévia do responsável pelo culto no local da celebração.

3- Para evitar um grande número de fotógrafos captando o mesmo momento será feito um REVEZAMENTO, a ser organizado pelos responsáveis pelo Departamento Diocesano de Comunicação.

Regras práticas

Para que não seja prejudicada a participação dos fiéis, interior e exterior, recomenda-se aos fotógrafos:

a) Evitem deslocar-se dentro do espaço litúrgico;
b) Evitem ficar de pé, parados, em frente aos primeiros bancos;
c) Evitem ficar parados em frente ao presbitério
d) Que, dentro do possível, se mantenham num lugar fixo, de onde possam discretamente registrar os momentos mais significativos da celebração;
e) Que não preparem pessoas ou cenas para a "pose", mas captem o espontâneo, sem condicionar em nada a participação das pessoas.
f) Os lugares celebrativos: altar, sacrário, ambão e cátedra, com toda a área do presbitério, que os rodeia e protege, não devem ter a presença de fotógrafos e profissionais de vídeo. Os profissionais não podem subir as escadas do altar nem se aproximar dele, nem permanecer perto do sacrário, nem aceder ao ambão, nem à sede presidencial (cátedra).
g) Durante a homilia fazer o registro do presidente no início e afastar-se para um local fixo.
h) Na área delimitada, em torno do presbitério, o serviço fotográfico e de vídeo será realizado apenas pela equipe coordenada pelo Departamento de Comunicação Diocesano. Em momentos cruciais da celebração apenas um profissional será autorizado a se aproximar.

Os profissionais da imprensa devem solicitar o credenciamento aos srs. Pedro Luvizotto e Rafael Olímpio previamente pelo e-mail: comunicacao@diocesesjc.org.br ou no local até meia hora antes da celebração.

 – As partes mais sagradas do rito: a Oração Eucarística (Cânon) com a consagração e elevação; a distribuição da comunhão; a proclamação do Evangelho e das leituras devem ser feitas com o máximo da sacralidade e em um clima de oração e escuta atenta de Deus, que primeiramente fala ao seu povo e depois se imola por ele e se entrega em alimento de vida eterna. É evidente que a capacidade e a perícia de um fotógrafo se manifestam precisamente nesses momentos singulares, ao tirar fotos sem ser percebido.

Agradecemos a todos pela atenção e observação às orientações apresentadas. Espero a necessária compreensão e colaboração de todos os diocesanos para que estas Normas sejam observadas, de modo que as ações litúrgicas decorram sempre com proveito espiritual de todos, as reportagens fotográficas ou filmadas sejam dignas e o Senhor nosso Deus seja glorificado. 

Padre Edinei Evaldo Batista 
Coordenador Diocesano de Pastoral



Fonte: 
http://srv26.teste.website/~prq031/wp-content/uploads/2015/09/Orienta%C3%A7%C3%B5es-fot%C3%B3grafos.pdf

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.