"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

domingo, 8 de agosto de 2010

Pensando no Pai Nosso (Ecumênico)

Pensando no Pai Nosso (Ecumênico)
Quando dizemos Pai Nosso assumimos que fazemos parte de uma unica grande Familia ...


Pai Nosso que estás no céu...
Dizendo pai Nosso assumimos que fazemos parte de uma única grande família, em que todas as pessoas têm os mesmos direitos. Este Pai está no céu, acima de todas as criaturas
Santificado seja vosso Nome...
Santificar o nome de Deus é ter atitudes que reflitam a bondade, a justiça e a fraternidade que o Criador espera de nós.
Venha o teu reino...
È muito incoerente pedir que o Reino de Deus venha e não agir de acordo com os valores desse Reino. “Entre vocês não sejam assim(MT 20,26)
Seja feito a tua vontade assim na terra como no céu...
Junto com Deus, temos que criar um mundo mais fraterno, prover a justiça, distribuir melhor o que deve ser de todos.
O pão nosso de cada dia dá nos hoje...
O pão representa o essencial para viver, não o supérfluo (desnecessário). Pedimos o pão “nosso”, não o “meu pão”.
Perdoa-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido...
Perdoa se queres ser perdoado. Nossos “acertos de conta” com Deus só podem ser feitos através de uma atitude justa, fraterna e solidária com o nosso próximo.
E não nos deixei cair em tentação...
Para não cair em tentação precisamos estar atentos às conseqüências do que fazemos e do que deixamos de fazer.
Mas livra-nos do Mal...
O maior mal é afastar-se de Deus e desconsiderar a dignidade do ser humano, é não se importar com o sofrimento das outras pessoas, é se fechar num comportamento egoísta, pouco fraterno e pouco solidário.
Pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém
O reino, o poder e a glória de Deus são diferente daquilo que este nosso mundo chama de “sucesso”. É viver como testemunha do poder e da glória de Deus, Vivendo como família solidária e sem culto a outros senhores como dinheiro, vaidade e o egoísmo.

Extraído do texto base CFE 2010
Publicado no Informativo Paroquial Sagrada Família.



Pensando no Pai Nosso (Pai Nosso em hebraico)
Pai Nosso que estás no céu...
Dizendo pai Nosso assumimos que fazemos parte de uma única grande família, em que todas as pessoas têm os mesmos direitos. Este Pai está no céu, acima de todas as criaturas
Santificado seja vosso Nome...
Santificar o nome de Deus é ter atitudes que reflitam a bondade, a justiça e a fraternidade que o Criador espera de nós.
Venha o teu reino...
È muito incoerente pedir que o Reino de Deus venha e não agir de acordo com os valores desse Reino. “Entre vocês não sejam assim” (MT 20,26)
Seja feito a tua vontade assim na terra como no céu...
Junto com Deus, temos que criar um mundo mais fraterno, prover a justiça, distribuir melhor o que deve ser de todos.
O pão nosso de cada dia dá nos hoje...
O pão representa o essencial para viver, não o supérfluo (desnecessário). Pedimos o pão “nosso”, não o “meu pão”.
Perdoa-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido...
Perdoa se queres ser perdoado. Nossos “acertos de conta” com Deus só podem ser feitos através de uma atitude justa, fraterna e solidária com o nosso próximo.
E não nos deixei cair em tentação...
Para não cair em tentação precisamos estar atentos às conseqüências do que fazemos e do que deixamos de fazer.
Mas livra-nos do Mal...
O maior mal é afastar-se de Deus e desconsiderar a dignidade do ser humano, é não se importar com o sofrimento das outras pessoas, é se fechar num comportamento egoísta, pouco fraterno e pouco solidário.
Pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém
O reino, o poder e a glória de Deus são diferente daquilo que este nosso mundo chama de “sucesso”. É viver como testemunha do poder e da glória de Deus, Vivendo como família solidária e sem culto a outros senhores como dinheiro, vaidade e o egoísmo.

Extraído do texto base CFE 2010
Publicado no Informativo Paroquial Sagrada Família.

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.