"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

sexta-feira, 11 de março de 2016

Marco mês do padroeiro da Diocese

Pedro Luvizotto
Da redação, Jornal Expressão

saojose_diocesesjcCelebramos com grande festa, no dia 19 de março, São José, pai adotivo de Jesus, esposo da Virgem Maria e aquele que, com seu silêncio, obediência e coragem, abraçou o projeto de Deus para sua vida e confiou inteiramente na Providência Divina. Também é reconhecido como “o justo” por ter sido fiel à Lei e sua profunda escuta à vontade de Deus.
Além de patrono de nossa diocese, quatro paróquias tem São José como padroeiro. A Matriz da cidade de São José dos Campos, no centro, outra recém-instalada, na zona leste, uma na zona norte, com o título de Operário e outra também com esse título, em Jacareí.

Com realidades particulares, mas com o mesmo ardor evangelizador, as quatro paróquias são animados pelo povo devoto e trabalhador pelo Reino de Deus.
NO CORAÇÃO DA CIDADE – A Paróquia São José, no centro de São José dos Campos, é umas das mais antigas da diocese.  Localizada no marco zero da cidade, a data estimada de criação e instalação é de 19 de março de 1779. Fazem parte do clero da paróquia o Padre José Cândido Pereira e padre Narciso Donizete Esmério da Silva. A comunidade conta com a colaboração do diácono José Dias do Vale.
Paróquia São José, no centro de São José dos Campos.

Padre Cândido comenta que dos bairros que compõem a paróquia, as realidades são desafiadoras. “Somos uma paróquia urbana, com gente de todas as classes sociais presentes em nossa comunidade. Estamos presentes nos condomínios, nas casas e regiões periféricas, como o Banhado”, comenta o pároco.
No coração do centro popular de compras, a paróquia está sempre de portas abertas para receber pessoas que circulam diariamente por ali. “Ao longo do dia temos muitos horários para atendimentos de confissão, o que acolhe e traz conforto ao povo de Deus”, conta o pároco.
ENTRE A CIDADE E A ROÇA – Prestes a completar 18 anos, a Paróquia São José Operário, na Vila Paiva, em São José dos Campos, tem 23 comunidades, dentre elas 15 estão no meio rural. Com menos de dois meses a frente da paróquia, Padre Alexandre Rodolfo Aparecido da Costa comenta que são muitos os desafios como novo pároco.
Paróquia São José Operário, na Vila Paiva, em São José dos Campos.
“O maior deles é que a Palavra de Deus chegue a todos os paroquianos, tendo em vista a distancia e as diversas comunidades. Assim temos a expectativa de contar com a colaboração de todos os coordenadores de pastorais, movimentos e de capelas para que seja propagada a Palavra do Senhor com o nosso testemunho de vida e a exemplo do nosso Padroeiro, São José, que não deixa nenhum trabalhador de fé – do campo, da indústria, autônomo, mulher ou homem se esquecer que Jesus e Maria estão ao nosso lado e “reconhecer a dignidade do trabalho humano como prolongamento da Obra do Criador e como contribuição ao plano da salvação” (Gaudium et spes 34)”, explica padre Alexandre.
EM MEIO AO POVO TRABALHADOR – Em Jacareí, a Paróquia São José Operário foi instalada no dia 6 de março de 2005. Com 9 comunidades, a paróquia está presente em uma área com indústrias e muitos comércios.
Paróquia São José Operário, na Cidade Salvador, em Jacareí
Catequista há mais de 25 anos, Roseli de Carvalho Moraes de Miranda também faz parte da Equipe Paroquial de Formação e é secretária da paróquia. Ela conta que os paroquianos ajudam na construção de uma comunidade viva e participativa. “Nossa realidade é de um povo que faz jus ao padroeiro. Nosso povo, muito trabalhador, colabora para que nossa paróquia seja bem ativa e dinâmica”.
Roseli conta que em todas as novenas do padroeiro há relatos de devotos que, com a intercessão de São José, alcançam a graça do emprego. “Vemos gente emocionada agradecendo por ter conseguido um trabalho. Nesses tempos difíceis, Deus não tem desamparado nunca o povo”.
MODELO E XARÁ – O dia 19 de março é muito especial também para o Diácono José Maria da Silva, cooperador paroquial da Paróquia São João Batista, em Jacareí. Nascido no dia de São José, o diácono é muito feliz por essa grande coincidência. “Sou um grande devoto e é um grande presente ter nascido no dia deste santo tão especial”, conta.
Casado há 60 anos e com 23 anos de cooperação paroquial, o diácono tem três filhos e diz que o Santo foi sempre um grande exemplo para sua vida familiar. “Sempre tive este homem fiel e justo como exemplo para a família, por ser um pai amoroso e por cuidar com tanto zelo da casa de Nazaré”.
Paróquia São José, esposo de Maria, no bairro Campos de São José, em São José dos Campos.
São José e os papas. Em 8 de dezembro 1870, o papa Pio IX declarou São José como patrono da Igreja Universal, por meio do decreto “Quemadmodum Deus”. Já a festa litúrgica foi instalada no ano seguinte a partir da Carta Apostólica “Inclytum Patriarcham”. Pio IX foi um grande motivador para o reconhecimento da importância do santo na história da salvação e protetor de Cristo.
“Jesus Cristo é a Igreja, por isso aclamamos e temos São José como patrono de todo o povo”, explica padre José Cândido Pereira, pároco da Paróquia São José, de São José dos Campos.
Durante o pontificado de Pio XI, que viveu a transição entre as duas guerras mundiais, em 19 de março de 1937, São José foi proclamado como modelo para os trabalhadores e operários, mas a festa litúrgica foi instituída apenas 1955, por Pio XII.
João Paulo II, em sua famosa Exortação Apostólica “Redemptoris Custos” (o protetor do Redentor), de 15 de agosto de 1989, declarou: “Assim como cuidou com amor de Maria e se dedicou com empenho à educação de Jesus Cristo, assim também guarda e protege o seu Corpo Místico, a Igreja” (nº1).
Já Bento XVI, grande devoto de São José, desejou que o nome do Santo fosse incluso nas orações eucarísticas da missa. Os documentos foram preparados, mas com a sua renúncia, não foi possível colocar em prática. Coube ao Papa Francisco, em maio de 2013, aprovar a introdução do nome de São José no Missal Romano.
A devoção de Francisco a São José é tão grande que ele mandou levar de Buenos Aires para Roma uma imagem de São José dormindo. Esse foi um dos poucos itens que o Papa pediu para trazer de sua cidade de origem, segundo matéria publicada no jornal italiano Vatican Insider.
“Eu gostaria de dizer a vocês também uma coisa muito pessoal. Eu gosto muito de São José porque é um homem forte e de silêncio. No meu escritório, eu tenho uma imagem de São José dormindo, e dormindo, ele cuida da Igreja. Quando eu tenho um problema ou uma dificuldade, e o escrevo em um papelzinho e o coloco embaixo de São José, para que ele sonhe sobre isso. Isso significa: para que ele reze por este problema”, afirmou o papa no encontro que teve em janeiro de 2015 com as famílias filipinas, em Manila.
A imagem é uma representação de José, que mesmo dormindo, está vigilante, conforme encontramos em algumas passagens bíblicas (Mateus 1, 24 e 2, 14).
Paróquia São José7 comunidades
Instalação: 19 de março de 1779 (data estimada)
Pároco: Pe. José Cândido Pereira
Vigário Paroquial: Pe. Narciso Donizete Esmério da Silva
Cooperador paroquial: Diác. José Dias do Vale
Endereço: Pça. Cônego João M. Guimarães, 69 – Centro- SJCampos. Contato: (12) 3921-5516
Horários de missa: 2ª a 6ª-feira: 07h; 3ª a 6ª-feira: 12h; Domingo: 07h e 18h.
Paróquia São José Operário23 comunidades
Instalação: 4 de outubro de 1998
Pároco: Pe. Alexandre Rodolfo Aparecido da Costa
Cooperadores: Diác. Benedito Moreira dos Santos e Diác. Oscar Ivo
Endereço: Rua Almenara, 146 – Vila Paiva –  SJCampos. Contato: (12) 3921-8611
Missas na Igreja Matriz: 3ª, 4ª e 6ª-feira: 7h; 5ª-feira: 19h30/ Primeira 6ª-feira: 19h30; Sábado: 19h30; Domingo: 9h e 18h.
Paróquia São José, esposo de Maria9 comunidades
Instalação: 26 de fevereiro de 2016
Pároco: Pe. Vitor Mendes Santos
Endereço: Rua Benedito de Paula Ferreira, 439, Campos de São José – SJCampos. Contato: (12) 3912-9552
Missas na Igreja Matriz: 5ª-feira: 19h30; Primeira 6ª-feira: 19h30; Sábado: 19h30; Domingo: 7h e 18h.
Paróquia São José Operário9 comunidades
Instalação: 6 de março de 2005
Pároco: Pe. Rodolfo Muniz Leal
Cooperadores: Diác. José Cirilo da Silva e Diác. Raimundo Nonato Diniz do Nascimento
Endereço: Rua Mabito Shoji, 800 – Cidade Salvador – Jacareí. Contato: (12) 3953-8080
Missas na Igreja Matriz: 5ª-feira: 19h30; Primeira 6ª-feira: 19h30; Domingo: 9h e 19h.

A vós, São José, recorremos em nossa tribulação e, depois de ter implorado o auxílio de Vossa Santíssima Esposa, cheios de confiança solicitamos o vosso patrocínio.
Por esse laço sagrado de caridade, que os uniu à Virgem Imaculada, Mãe de Deus, pelo amor paternal que tivestes ao Menino Jesus, ardentemente vos suplicamos que lanceis um olhar benigno para a herança que Jesus conquistou com seu sangue, e nos socorrais em nossas necessidades com o vosso auxílio e poder.
Protegei, ó Guarda providente da Divina Família, a raça eleita de Jesus Cristo.
Afastai para longe de nós, ó Pai amantíssimo, a peste do erro e do vício.
Assisti-nos do alto do céu, ó nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas; assim como outrora salvastes da morte a vida do Menino Jesus, assim também defendei agora a Santa Igreja de Deus contra as ciladas de seus inimigos e contra toda adversidade.
Amparai a cada um de nós com o vosso constante patrocínio, a fim de que, a vosso exemplo, e sustentados com vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, morrer piedosamente e obter no céu a eterna bem-aventurança. Assim seja.
Composta pelo Papa Leão XIII


http://www.diocese-sjc.org.br/marco-mes-do-padroeiro-da-diocese/

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.