"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Caminho de preparação para o Natal

Dom Adelar Baruffi
Bispo de Cruz Alta, RS

Continuamos o caminho para o Natal. Para podermos prepará-lo bem, a Igreja propõe a vivência de uma espiritualidade, a vigilante e alegre espera de Deus que vem ao nosso encontro. Mais uma vez nos faz repetir as palavras do salmista, que ao contemplar a bondade de Deus exclama: “O que é o homem para dele te lembrares? O ser humano, para que o visites?” (Sl 8, 5). A oração do Advento é de júbilo e gratidão a Deus.

Neste caminho do Advento, nosso povo tem uma bela tradição de realizar encontros em grupos de reflexão. Cada vez mais compreendemos como não é possível ser cristão sozinho. Na pequena comunidade, no grupo de reflexão, nos sentimos acolhidos numa casa, num lar. Acolhemos e somos acolhidos. Temos nome, rosto, histórias que são partilhadas e rezadas com outras pessoas. Sentimos existencialmente a comunhão que formamos pela fé em Jesus Cristo. Esta pequena comunidade, célula da Igreja, é a casa da Palavra. Por meio da Leitura Orante, a Palavra é proclamada, acolhida, interiorizada, contada, meditada, rezada e contemplada. Nenhuma palavra é mais importante do que ela. Ela vai revelando, a cada encontro, o grande mistério de Deus que se faz pequeno e vem a nós em Jesus Cristo, o Filho amado. Os textos contam a história do nascimento de Jesus, com todo o drama humano e de fé vividos por Maria e José. Conduz-nos ao centro, ao essencial: o Natal é a grande notícia, sempre portadora de alegria, do Deus que “amou tanto o mundo que entregou o seu Filho único, para que não morra tudo o que nele crê, mas que tenha a vida eterna.” (Jo 3,16). Por isso, os encontros auxiliam no crescimento e maturidade da fé. Nas histórias bíblicas nós nos sentimos contemplados, como se fizéssemos parte delas e estivéssemos presentes às cenas. “São elas [as pequenas comunidades] um ambiente propício para escutar a Palavra de Deus, para viver a fraternidade, para animar na oração, para aprofundar processos de formação na fé e para fortalecer o exigente compromisso de ser apóstolos na sociedade de hoje” (DAp, n.308).
Ao caminhar para o Natal, contemplamos Deus que vem constantemente ao nosso encontro. Como rezamos no Prefácio do Advento: “Agora e em todos os tempos, ele vem ao nosso encontro, presente em cada pessoa humana, para que o acolhamos e testemunhemos na caridade, enquanto esperamos a feliz realização de seu Reino.” Por isso, o Advento fala também do movimento de Deus que sai de si e, por amor, se faz pequeno e vai em busca da ovelha perdida do rebanho. Em nós, o encontro com Jesus Cristo provoca um movimento de saída, um êxodo permanente, para uma vida quequer ir ao encontro dos irmãos para oferecer misericórdia.Esta é a lógica do agir de Deus e deve ser a lógica do agir do cristão. Aproveitemos este tempo da graça de Deus para irmos ao encontro das realidades de pobreza e sofrimento que, certamente, não estão longe de nós. A caridade é a marca cristã, pois Deus é assim e age assim constantemente. Por esta razão, a espiritualidade do Advento nos convida à contemplação deste mistério da Encarnação do Filho de Deus, que não fala somente do Eterno que vem habitar o tempo e a história humana, mas revela quem nós somos e o sentido de nosso existir. 
Além dos gestos solidários que cada um é convidado a realizar, não esqueçamos de contribuir na Campanha da Evangelização, que é realizada nos dias 10 e 11 de dezembro em nossas comunidades. Os recursos são destinados a projetos de evangelização. Participemos, também, da celebração penitencial em nossa comunidade, onde somos convidados à confissão sacramental, o abraço de Deus misericordioso.

http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=19932:caminho-de-preparacao-para-o-natal&catid=432&Itemid=204

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.