"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Catequese de Inspiração Catecumenal - 2

Dom Aloísio Alberto Dilli
Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)



Caros diocesanos. Nas mensagens anteriores percebemos que no processo da Iniciação à Vida Cristã dos primeiros tempos do cristianismo toda comunidade era envolvida, inclusive a distribuição das leituras da Palavra de Deus, nas celebrações litúrgicas dos domingos da quaresma, seguia temática catecumenal. Portanto, catequese e liturgia andavam juntas e estavam ligadas à vida da comunidade e nela inseriam os iniciados, quais novos discípulos missionários.

Quem eram os sujeitos e agentes dessa Iniciação à Vida Cristã? As comunidades, os catequistas, as famílias, os padrinhos e madrinhas, os ministros, os liturgistas,.. Por isso, se desejamos uma iniciação na fé, como processo de inspiração catecumenal, será necessário envolver toda comunidade. As pessoas que vão orientar a iniciação, além do preparo religioso, pedagógico e espiritual, devem dar condições para que o iniciante se sinta envolvido por carinho fraterno que conduza ao encontro de Jesus Cristo; a comunidade inteira deve ter um jeito de casa acolhedora, de família de irmãos que se amam, acolhem e se ajudam, tornando-se cativante: “A Igreja cresce, não por proselitismo, mas por atração” (DAp 159) (IVC 123). A tarefa principal compete aos catequistas: eles/elas têm o maior tempo e a maior responsabilidade no processo catecumenal; são mediadores que ajudam os iniciantes (catecúmenos) a acolherem, com todo seu ser, a gradual e progressiva revelação de Deus e seu projeto salvífico. Sua missão é fazer acontecer o encontro com o Senhor e a progressiva integração na vida da comunidade. Não basta serem professores de religião, mas educadores na fé, o que implica vivência profunda de adesão pessoal a Jesus Cristo e sua Igreja, sem dispensar os conteúdos e a pedagogia adequada (cf. IVC 140-144). Quais seriam, então, alguns critérios para ser catequista: ter recebido e viver os sacramentos da iniciação cristã; não ter impedimento canônico; ser testemunho cristão na comunidade; possuir boa formação humana: equilíbrio psicológico, facilidade de trabalhar em grupo, bom relacionamento com os outros, dedicação, comunicação e criatividade (cf. IVC 145). 
Papel fundamental tem igualmente a família: os pais são os primeiros e principais educadores de seus filhos na fé, na esperança e no amor. Ela exerce papel essencial na evangelização, na catequese, na liturgia, na vida da comunidade e transformação do mundo. Os pais passam a integrar o processo de catequese e liturgia; eles crescem junto com o filho/a, como verdadeira Igreja doméstica (cf. IVC 133-134 e 136). É preciso estar atento à situação real de cada família. Da mesma forma é de importância a escolha dos padrinhos ou madrinhas: devem ser pessoas que conhecem o candidato, pois irão testemunhar a seu respeito e acompanhá-lo com apoio em toda fase da iniciação e depois pelo resto da vida (cf. IVC 131-132). Aos ministros ordenados compete um assíduo e competente acompanhamento pastoral do processo de iniciação, sobretudo, devem zelar pela adequada formação e qualificadas celebrações litúrgicas.
A quaresma que se aproxima nos proporcione maior conhecimento e, sobretudo, rica experiência de encontro com Jesus Cristo, aquele que deu sua vida por amor a nós e atualiza este mistério salvador toda vez que celebramos a Páscoa, centro para o qual conduz toda Iniciação à Vida Cristã, com inspiração catecumenal.

http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=20342:catequese-de-inspiracao-catecumenal-2&catid=394&Itemid=204

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.