"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Violência

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre

 A violência é má! Ela não é solução para os problemas que afligem as pessoas e a sociedade. Ela contraria a própria humanidade, destrói aquilo que pretende defender, ou seja, a dignidade, a vida, a liberdade, a verdade. A violência pode ser física, moral, psíquica e espiritual; pode ter um caráter pessoal e também social. Pode ainda possuir uma conotação sistêmica e endêmica. 

Não faltam exemplos de violência mundo afora. As recentes guerras, o fenômeno do terrorismo, a onda migratória, o número de mortos recolhidos – e também não recolhidos! – das águas do mediterrâneo são expressões contundentes desta realidade. Também a sociedade brasileira está marcada por fortes expressões de violência. O noticiário reflete tal realidade. Os números não mentem!
Promove-se violência e ódio quando, por exemplo, se afirma que migrantes, negros, índios, enfim, minorias “estão atrapalhando o país”. Ora, numa sociedade plural e sadia as minorias e as diferenças podem ser enormemente enriquecedoras. 
O Brasil é marcado por índices de violência que superam os das guerras mundo afora. Basta observar os números nas cidades, bairros, vilas e favelas. Nem mesmo o campo – até recentemente considerado lugar tranquilo para se viver – escapa dessa realidade. 
Há sinais de que o país nos últimos anos avançou econômica e socialmente; dados que apontam para uma considerável redução da miséria e da pobreza. Entretanto a violência vem crescendo a olhos vistos. 
As razões de tal situação são as mais diversas. A crise antropológica que marca a sociedade pode representar um desses motivos, cujos sinais podem ser colhidos de modo especial em duas instituições: a família e a escola. Outra razão do recrudescimento da violência é certamente o fenômeno da drogadição. 
A violência cresce envolvendo sempre mais os jovens. Eles são autores, mas, sobretudo, vitimas. Os dados são inocultáveis. Neste contexto, soluções como redução da idade penal, aumento das penas, ampliação do sistema prisional ou liberação do uso de drogas demonstram somente a obtusidade do Estado e de setores da sociedade. A grandeza do Estado e a maturidade da sociedade certamente não se medem pela ampliação de penalizações ou liberações, seja de que espécie for. 
A sociedade aponta como valor a ascensão econômica. O tráfico de drogas representa um forte atrativo para quem busca crescer economicamente rápido, apesar dos riscos latentes. O jovem seduzido pela força do dinheiro, por vezes desejoso de poder colaborar com a sobrevivência familiar, torna-se vítima de uma estrutura social que prega o valor do “mais forte”. Assim, aos poucos, esse jovem foge do controle familiar, afasta-se dos estudos, perde as referencias morais na comunidade.  
O que fazer? Antes de tudo abordar com seriedade as razões da violência. Depois ter coragem de construir um projeto viável de inserção dos adolescentes e jovens na escola, mas não só. Eles precisam ser inseridos na sociedade não através do tráfico, mas, por exemplo, por meio do esporte, da música, do trabalho. Para isso se faz necessário investimento financeiro, metodologia, projeto de nação.

http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=19265:violencia&catid=400&Itemid=204

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.