"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 30 de março de 2017

Evangelho do dia – Pão da vida! - - 4ª Semana da Quaresma João 5,31-47

Quinta-feira, 30 de março de 2017 - 4ª Semana da Quaresma
João 5,31-47
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: 31 “Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não vale. 32  Mas há um outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro. 33  Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. 34  Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. 35 João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com a sua luz. 36  Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou. 37  E também o Pai que me enviou dá testemunho a meu favor. Vós nunca ouvistes sua voz, nem vistes sua face, 38  e sua palavra não encontrou morada em vós, pois não acreditais naquele que ele enviou. 39  Vós examinais as Escrituras, pensando que nelas possuís a vida eterna. No entanto, as Escrituras dão testemunho de mim, 40  mas não quereis vir a mim para ter a vida eterna! 41  Eu não recebo a glória que vem dos homens. 42  Mas eu sei que não tendes em vós o amor de Deus. 43  Eu vim em nome do meu Pai, e vós não me recebeis. Mas, se um outro viesse em seu próprio nome, a este vós o receberíeis. 44  Como podereis acreditar, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus? 45  Não penseis que eu vos acusarei diante do Pai. Há alguém que vos acusa: Moisés, no qual colocais a vossa esperança.46 Se acre­ditásseis em Moisés, também acreditaríeis em mim, pois foi a respeito de mim que ele escreveu. 47  Mas se não acreditais nos seus escritos, como acreditareis então nas minhas palavras?” - Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.
 
Reflexão
Quem não cultiva a humildade, a simplicidade de vida, a discrição e a sensatez, acaba por cair no pecado da vaidade. É próprio da vaidade fazer com que as pessoas vivam de aparência e bem pouco de essência. O ser gente, conta pouco, mas, o parecer ser, domina mentes e corações. Quem vive sob a tirania da vanglória e da aparência, acaba por negar que possa ter alguém que seja tão bom ou superior a ele(a). E a cegueira toma conta e a inveja mata. Quando não temos humildade para respeitar os outros seres humanos, muito menos a teremos para respeitar a Deus. Pior ainda quando caímos na tentação de nos colocar no lugar de Deus. Jesus nos educa dizendo que o melhor testemunho que podemos dar são nossas boas obras. Palavras comovem, testemunhos arrastam. O que, decididamente importa, é ser luz na vida das pessoas. Precisamos ser cristãos de atitudes. Do contrário, jamais seremos luz, pelo simples fato de não termos luz...
 
Oração
Senhor Jesus, Tu que és o centro da história, Sê também o centro da minha vida. Elimina do meu coração a tentação da autopromoção e da presunção de me considerar ser aquilo que não sou. Não permitas, Jesus, que a vaidade, a vanglória e a tirania da aparência dominem sobre mim. Dá-me o dom da humildade, da simplicidade de vida e da discrição. Assim serei consciente da justa medida de mim mesmo(a). Teu Espírito Santo me dê a graça de ser testemunha autêntica do teu infinito amor, através de minhas boas obras. Concede-me a graça de pautar a vida pelo conteúdo e pela força transformadora do Teu Evangelho. Que eu consiga ser luz na vida das pessoas que comigo convivem. Amém.
 
Bênção
Deus te abençoe e te guarde. Amém.
- Ele te mostre a sua face e se compadeça de ti. Amém.
- Volte para ti o seu olhar e te dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-te Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
-----------------------------------------------------
Desejo-te um dia de muita luz.
Aceita meu abraço e minhas preces.
P. Renato dos Santos - SDB



Padre Renato dos Santos - SDB
Comunità Salesiana
Via della Tipografia, 1
00120 - Città del Vaticano
-------------------------------------
Telefone Fixo: 00 (xx) 39 06.6989.9248
-------------------------------------
Lema Sacerdotal: "Ai de mim se não evangelizar". 1Cor. 9,16

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.