"Seja Bem vindo" - "Este é um espaço a serviço do Reino de Deus. Queremos fazer deste espaço um ponto de encontro com a Fé.” Encontros Catequéticos domingo, as 08h30. “Vida sim, aborto não!” "Este site usa cookies para ajudar a fornecer serviços. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies."

quinta-feira, 1 de março de 2018

Uma quaresma com Jesus


Cristo carregando a cruz

(Visite a imagem original aqui)
pequena apresentação do projeto
Uma quaresma com jesus
A Quaresma é o período de maior intensidade penitencial no calendário litúrgico da Igreja. Como o próprio nome sugere, trata-se de um período de quarenta dias que antecede a Páscoa. Nem sempre, contudo, o período conta literalmente quarenta dias, variando em sua duração conforme o ano. Esta é uma época em que somos convidados a nos afeiçoar aos sofrimentos de Nosso Senhor Jesus Cristo, relembrando, unidos às suas dores, que nossa pátria não é aqui, neste mundo, mas no céu.
Pensando nisso, resolvi elaborar, de maneira um pouco mais organizada, atividades para realizar com as crianças ao longo desses quarenta importantes dias, para que a época fique mais marcada em seus corações e para que haja, realmente, uma preparação para a Páscoa. Em lugar, porém, de simplesmente listar quarenta atividades “penitenciais” ou de mortificação, resolvi organizá-las em cinco grupos de sete dias, de modo que a cada um dos cinco grupos corresponda ao “espírito” de um dos mistérios dolorosos.
Contudo, além de desejar obter bons resultados com meus filhos, pensei que poderia ajudar outros pais a colherem bons frutos entre os seus. Assim, decidi tornar pública esta pequena programação daquilo que faremos em nossa Quaresma.  Obviamente, cada família precisa saber dosar as atividades de acordo com a idade das crianças, quantidade de filhos etc, enfim, com a sua própria realidade, adaptando, intensificando, substituindo aquilo que julgar necessário. É aconselhável, inclusive, que os pais participem das atividades, demonstrando às crianças que toda a família está unida em preparação para a Páscoa. Acrescento ainda que acredito ser contraproducente forçar os pequenos a participar das atividades: deve-se procurar explicar, sempre em linguagem que eles compreendam, o objetivo da Quaresma, cada um dos mistérios, cada um dos sacrifícios propostos, ofertando-os em amor, para alegria de Jesus, para o nosso próprio crescimento, e para benefício de toda a Igreja.
Por último (e, quero crer, desnecessariamente), é importante que se diga: estas atividades não substituem de forma alguma a participação na Santa Missa e demais solenidades da Igreja. Sua finalidade é de uso meramente domésticoà guisa de complemento daquilo que se vive em comunidade.
Que Nosso Senhor nos conceda a graça de alegrá-Lo com tão pequenos esforços.
Um abraço,
Camila Abadie.
Sugestões de execução
À semelhança das atividades do Advento, pode-se utilizar uma estrutura de organização parecida: bandeirinhas numeradas com os respectivos dias do mês, casinhas igualmente numeradas, calendário, ou até mesmo envelopinhos numerados.
Aqui em casa usarei o sistema dos envelopinhos, procurando agrupá-los por semanas de acordo com as cores, em cinco diferentes tons de roxo (tomara que consiga encontrá-los!), que é a cor da Quaresma.
Pode-se estabelecer um rodízio entre os filhos, para que a cada dia um deles abra a bandeirinha/casinha/envelope, assim, ao verem os irmãos participando, desejarão participar também.
Pedido
Caso decida compartilhar fotos das atividades em família, não esqueça de usar a quaresmacomjesus nas redes sociais para podermos acompanhar!
Primeiro período
De 18 de fevereiro a 24 de fevereiro
Primeiro mistério
Oração e agonia de Nosso Senhor Jesus Cristo no Horto
(Marcos 14, 32-43)
A proposta, nestes oito primeiros dias, é enfatizar importância da oração. Assim como Nosso Senhor preparou-se intensamente para os sofrimentos que em breve haveria de enfrentar, nós também precisamos rezar para nos encontrarmos fortes e alertas diante dos desafios que enfrentaremos em nossas vidas.
Cada família deve decidir quais[1] e quantas orações pode fazer.
Primeiro dia (18/02) - Oração/pedido de perdão pelos próprios pecados;
Segundo dia (19/02) - Oração pela própria família;
Terceiro dia (20/02) - Oração pelos parentes e amigos;
Quarto dia (21/02) - Oração pelos irmãos da paróquia;
Quinto dia (22/02) - Oração pelos padres da paróquia e pelo bispo;
Sexto dia(23/02)  - Oração pelo Papa;
Sétimo dia (24/02) - Oração pelos cristãos perseguidos no mundo todo.
Segundo Período
De 25 de fevereiro a 03 de março
Segundo mistério
A flagelação de Nosso Senhor Jesus Cristo (João 18,38-40; 19,1)
Neste segundo grupo de dias, o objetivo é ensinar, por meio de pequenas atitudes de privação, que podemos, assim como Jesus, suportar algum sofrimento físico bem benefício de nós mesmos (aprendendo a utilíssima virtude de controlar nossos apetites) e do próximo (quando oferecemos o “jejum” em favor de alguém).
Cada família pode e deve adaptar as sugestões ao seu caso específico.
Primeiro dia (25/02) - Deixar de comer um doce ou sobremesa;
Segundo dia (26/02) - Deixar de beber um suco ou iogurte;
Terceiro dia (27/02) - Deixar de beber um chá ou café;
Quarto dia (28/02) - Deixar de comer um lanche (pipocas ou bolachas, por exemplo);
Quinto dia (01/03) - Deixar de comer uma fruta;
Sexto dia (02/03) - Comer um pouco menos do que gostaria em alguma das refeições principais;
Sétimo dia (03/02) Oferecer um café/suco/lanche a uma pessoa necessitada.
Terceiro Período
De 04 de março a 10 de março
Terceiro Mistério
A coroação de espinhos de Nosso Senhor Jesus Cristo (Lucas 23,20-32)
À semelhança de Nosso Senhor, a finalidade, nestes dias, é aprender a despojar-se de si em benefício do próximo.
Primeiro dia (04/03) - Separar boas roupas e bons calçados para doação;
Segundo dia (05/03) - Separar cobertas/cobertores para doação;
Terceiro dia (06/03) - Separar brinquedos para doação;
Quarto dia (07/03) - Separar alimentos para doação;
Quinto dia (08/03) - Fazer cartões com boas mensagens àqueles que receberão as doações;
Sexto dia (09/03) - Entrar em contato com vizinhos e amigos que possam doar roupas/brinquedos/ cobertas/alimentos;
Sétimo dia (10/03) - Recolher as doações e entregá-las à instituição ou família necessitada.
Quarto Período
De 11 de março a 17 de março
Quarto Mistério
Nosso Jesus Cristo com a cruz às costas a caminho do Calvário
(Lucas 23, 20-32)
A ênfase aqui repousa sobre a figura de Simão Cireneu, aquele que ajudou Nosso Senhor a carregar a cruz durante um trecho do caminho para o Calvário. A proposta é, portanto, que sejamos como Simão, ajudando o próximo em suas dificuldades.
Primeiro dia (11/03) - Escrever e enviar um cartão de Páscoa a alguma pessoa querida que mora longe;
Segundo dia (12/03) - Ajudar ou realizar alguma atividade em benefício de alguém da família (preferencialmente aquela com quem tivermos menos afinidade);
Terceiro dia (13/03) - Ajudar ou realizar alguma atividade em benefício de outra pessoa da família (ou mais de uma);
Quarto dia (14/03) - Presentear um vizinho com algum cartão de Páscoa ou lanche;
Quinto dia (15/03) - Presentear um amigo com algum cartão de Páscoa ou lanche;
Sexto dia (16/03) - Presentear um padre com algum cartão de Páscoa ou lanche;
Sétimo dia (17/03) - Visitar algum asilo, orfanato ou família necessitada levando cartões ou doces.


Quinto Período
De 18 de março a 24 de março
Quinto Mistério
A crucificação e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo (Lucas 23, 33-47)
A proposta é povoar o imaginário das crianças com muitos exemplos de arrependimento e conversão e atividades que as ajudem vivenciar a Semana Santa e a Páscoa mais intensamente:
Primeiro dia (18/03) - Os pais devem ler a passagem de II Samuel 12 (ou contar a história) que relata o pecado, a denúncia do profeta e o arrependimento do Rei Davi e, depois, o Salmo 50. Ou, se julgarem mais adequado, podem ler a parábola do publicano e do fariseu, em Lucas 19,9-14, conversar e rezar a respeito;
Segundo dia (19/03) - Aprender e cantar o cântico Anima Christi;
Terceiro dia (20/03) - Leitura de livros/contos de sentido pascal (A primeira PáscoaO gigante egoísta);
Quarto dia (21/03) - Assistir a desenhos sobre a Páscoa (Lego Easter StoryA história da Páscoa, O príncipe do Egito, Ben-Hur);
Quinto dia (22/03) - Assistir a filmes de sentido pascal, optando sempre por algum que seja adequado à faixa etária e ao modo de ser da criança (Marcelino Pão e Vinho, Cristiada, Paixão de Cristo);
Sexto dia (23/03) - Participação na Via Sacra na Igreja ou realização da mesma em casa;
Sétimo dia (24/03) - Inspirados em alguma atividade realizada nos dias precedentes, ou em alguma outra, escolher livremente o que fazer em família neste último dia.
Anexos
ladainha do preciosíssimo sangue
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.
Sangue de Cristo, Sangue do Filho Unigênito do Eterno Pai, salvai-nos.
Sangue de Cristo, Sangue do Verbo de Deus encarnado, salvai-nos.
Sangue de Cristo, Sangue do Novo e Eterno Testamento, salvai-nos.
Sangue de Cristo, correndo pela terra na agonia, salvai-nos.
Sangue de Cristo, manando abundante na flagelação, salvai-nos.
Sangue de Cristo, gotejando na coroação de espinhos, salvai-nos.
Sangue de Cristo, derramado na cruz, salvai-nos.
Sangue de Cristo, preço da nossa salvação, salvai-nos.
Sangue de Cristo, sem o qual não pode haver redenção, salvai-nos.
Sangue de Cristo, que apagais a sede das almas e as purificais na Eucaristia, salvai-nos.
Sangue de Cristo, torrente de misericórdia, salvai-nos.
Sangue de Cristo, vencedor dos demônios, salvai-nos.
Sangue de Cristo, fortaleza dos mártires, salvai-nos.
Sangue de Cristo, virtude dos confessores, salvai-nos.
Sangue de Cristo, que suscitais almas virgens, salvai-nos.
Sangue de Cristo, força dos tentados, salvai-nos.
Sangue de Cristo, alívio dos que trabalham, salvai-nos.
Sangue de Cristo, consolação dos que choram, salvai-nos.
Sangue de Cristo, esperança dos penitentes, salvai-nos.
Sangue de Cristo, conforto dos moribundos, salvai-nos.
Sangue de Cristo, paz e doçura dos corações, salvai-nos.
Sangue de Cristo, penhor de eterna vida, salvai-nos.
Sangue de Cristo, que libertais as almas do Purgatório, salvai-nos.
Sangue de Cristo, digno de toda a honra e glória, salvai-nos.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós, Senhor.
Remistes-nos, Senhor, com o Vosso Sangue.
E fizestes de nós, um reino para o nosso Deus.
Todo-Poderoso e Eterno Deus, que constituístes o Vosso Unigênito Filho, Redentor do mundo, e quisestes ser aplacado com o seu Sangue, concedei-nos a graça de venerar o preço da nossa salvação e de encontrar, na virtude que Ele contém, defesa contra os males da vida presente, de tal modo que eternamente gozemos dos seus frutos no Céu. Pelo mesmo Cristo, Senhor nosso. Assim seja.
Oração pelos sacerdotes (do Cardeal Mundelein, de Chicago)
Lembra-Te ó Deus misericordioso que são apenas débeis criaturas.
Mantém vivo neles o fogo de Teu amor. Guarda-os junto a Ti,  a fim de que o inimigo não prevaleça contra eles e para que jamais se tornem indignos de sua sublime vocação.
Ó Jesus, suplico-Te por teus fiéis e fervorosos sacerdotes.
Por Teus sacerdotes tíbios e infiéis;
por Teus sacerdotes que trabalham nas longínquas ou próximas missões,
por Teus sacerdotes que sofrem tentações;
por Teus sacerdotes que sofrem a solidão e a desolação;
por Teus jovens sacerdotes;
por Teus sacerdotes idosos;
por Teus sacerdotes enfermos;
por Teus sacerdotes agonizantes;
pelas almas de Teus sacerdotes que padecem no purgatório.
Mas sobremodo Te encomendo o sacerdote que me batizou;
o que me absolveu dos pecados e aqueles cujas Missas assisti,
e que me deram Teu Corpo e Teu Sangue na Sagrada Comunhão:
aqueles que me alimentaram e instruíram,
que me alentaram e aconselharam,
a todos os sacerdotes aos quais me liga uma dívida de gratidão.
Ó Jesus, guarda-os todos junto a Teu Sagrado Coração
e concede-lhes copiosas bênçãos agora e na eternidade.
Amém.
 Conheça mais sobre o nosso trabalho em www.camilaabadie.com.br  

[1] Listamos algumas sugestões de orações no anexo, ao final.


Fonte: www.camilaabadie.com.br  

"A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. O sacramento é uma consequência de uma adesão a proposta do Reino, vivida na Igreja (DNC 50)."

Documento Necessário para o Batismo e Crisma

Certidão de Nascimento ou Casamento do Batizando;

Comprovante de Casamento Civil e Religioso dos padrinhos;

Comprovante de Residência,

Cartões de encontro de Batismo dos padrinhos;

Documentos Necessários para Crisma:

RG do Crismando e Padrinho, Declaração de batismo do Crismando, Certidão ou declaração do Crisma do Padrinho, Certidão de Casamento Civil e Religioso do Padrinho/Madrinha e Crismando se casados.

Fonte: Catedral São Dimas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Reflexão

REFLEXÃO

A porta larga que o mundo oferece para as pessoas é a busca da felicidade a partir do acúmulo de bens e de riquezas. A porta estreita é aquela dos que colocam somente em Deus a causa da própria felicidade e procuram encontrar em Deus o sentido para a sua vida. De fato, muitas pessoas falam de Deus e praticam atos religiosos, porém suas vidas são marcadas pelo interesse material, sendo que até mesmo a religião se torna um meio para o maior crescimento material, seja através da busca da projeção da própria pessoa através da instituição religiosa, seja por meio de orações que são muito mais petições relacionadas com o mundo da matéria do que um encontro pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. Passar pela porta estreita significa assumir que Deus é o centro da nossa vida.

reflexão sobre o Dízimo

A espiritualidade do Dízimo

O dízimo carrega uma surpreendente alegria no contribuinte. Aqueles que se devotam a esta causa se sentem mais animados, confortados e motivados para viver a comunhão. O dízimo, certamente, não é uma questão de dinheiro contrariando o que muitos podem pensar. Ele só tem sentido quando nasce de uma proposta para se fazer a experiência de Deus na vida cristã. Somos chamados e convocados a este desafio.

Em caso contrario, ele se torna frio e distante; por vezes indiferente. A espiritualidade reequilibra os desafios que o dízimo carrega em si. "Honra o Senhor com tua riqueza. Com as primícias de teus rendimentos. Os teus celeiros se encherão de trigo. Teus lagares transbordarão de vinho" (Pr 3,9-10). Contribuir quando se tem de sobra, de certa forma, não é muito dispendioso e difícil. Participar da comunhão alinha o desafio do dízimo cristão.

Se desejar ler, aceno: Gn 28, 20-22; Lv 27, 30-32; Nm 18, 25-26 e Ml 3, 6-10.

Fonte : Pe. Jerônimo Gasques

http://www.portalnexo.com.br/Conteudo/?p=conteudo&CodConteudo=12

Programe-se

Catequese com Adultos/ Paróquia NSª do Rosário - todo domingo das 08h30 as 10h00 / "Vida Sim, Aborto não!"

" Encontros Catequéticos domingo, as 08h30."

*Catequese com Adultos/ Paróquia Nossa Senhora do Rosário - Vila Tesouro - São José dos Campos - SP. * "Vida sim, aborto não!

Este blog pode possuir foto (imagem) retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.